domingo, 20 de fevereiro de 2011

Peixe gato ou Panga - Perigo para a saúde pública?



Recebi  um email sobre este novo peixe que pela imagem  aparentemente parece perfeito: filetes muito branquinhos, frescos ou congelados, sem espinhas e a bom preço no super-mercado e resolvi postar aqui para tomarem conhecimento.

O panga é um novo tipo de peixe que encontramos sobretudo sobre a forma de filetes, a um preço muito barato(?).O panga é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietname, mais exactamente no delta do rio Mekong e está a invadir o mercado devido ao seu preço.


Alguém que experimentou o filete disse que a primeira impressão do sabor do peixe não foi a melhor, sabe muito ligeiramente a  "bolor"/mofo, pelo que a primeira teoria para explicar este sabor seria de que este peixe viria do rio e seria  necrófago... após pesquisa na internet descobre-se o que passo a relatar:

Alguns sites referem que os Pangas estão infestados com elevados níveis de venenos e bactérias. (arsénio dos efluentes industriais e tóxicos e perigosos subprodutos do crescente sector industrial, metais contaminantes, bifenilos poli clorados (PCB), o DDT e seus (DDTs), clorato, compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isómeros (HCHs), e hexaclorobenzeno (HCB) isto porquê o rio Mekong é um dos rios mais poluídos do planeta.

Diz-se ainda que não  há nada de natural nos Pangas,  eles são alimentados com peixes mortos restos e ossos de secas e de solo numa farinha, da América do Sul, a mandioca (mandioca) e resíduo de soja e grãos. Obviamente, este tipo de alimentação não sã não tem nada a ver com a alimentação num ambiente natural.

Ela mais não faz do que assemelhar-se ao método de alimentação das vacas loucas (vacas que foram alimentadas com vacas, lembra-se?) A alimentação dos pangas está completamente desregulada.. O panga cresce 4 vezes mais rápido do que na natureza ...

Além disso os pangas são injetados com PEE, alguns cientistas descobriram que se injectassem as fêmeas pangas com as hormonas femininas derivados de desidratado de urina de mulheres grávidas, a fêmea Panga produziria os seus ovos muito rapidamente e em grande quantidade, o que não aconteceria no ambiente natural (uma Panga passa a produzir assim aproximadamente 500.000 ovos de uma vez). Basicamente, são peixes com hormonas injectáveis (produzidas por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom.

Ao comprar pangas poderemos estar a colaborar com empresas gigantes sem escrúpulos e gananciosas que não se preocupam com a saúde e o bem-estar dos seres humanos levando em conta todas estas informações sobre o produto alimentar.

Este comercio está a ser aceite por grandes superfícies que os vendem ao público em geral, sabendo ou não que estão a vender produtos contaminados.

Nota: devido à prodigiosa quantidade de disponibilidade de Pangas,  este irá acabar noutros alimentos: surimi (aquelas coisas com pasta de peixe), peixe terrines e, provavelmente, em alguns alimentos para animais. ( cães e gatos!)


Porém a análise da  DECO PRO TESTE  desdramatiza toda esta informação e vem dizer que o peixe não contém quimicos nocivos à saúde pública.

"Testámos cinco marcas que vendem filetes de peixe panga ultracongelado. Realizámos análises microbiológicas e quantificámos metais pesados e resíduos de medicamentos anti-infecciosos. Encontrámos microrganismos a 30ºC e Listeria monocytogenes, bactéria potencialmente patogénica, na Froxá, Pescanova e Sarovar Pesca, em valores que não ameaçam a saúde pública".

Será que podemos confiar?!

Sem comentários:

Addthis

Share |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...