domingo, 13 de março de 2011

Perigo de radioatividade no Japão e apoio das Nações Unidas





A catástrofe que caíu no Japão há dias continua a preocupar e cada vez mais a população e o Governo, apensar de a cidade estar bem preparada e até habituada aos sismos e as suas construções não terem quase sofrido os abalos,  algo mais grave pode suceder, o que mais se temia parece estar realmente a acontecer, o nível de radioactividade é mil vezes superior ao normal, segundo foi detectado no sábado de manhã (hora local) na sala de controlo do reator n.º 1 da central nuclear n.º 1 de Fukushima (nordeste do Japão), sendo esta uma cidade abastecida básicamente por estas centrais o perigo é constante.




O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, pediu aos moradores num raio de 10 quilómetros em redor da central para abandonarem a zona, em virtude do risco de uma fuga radioativa, segundo noticiou a AFP, citando a agência Jiji, que dá conta dessa informação a partir do Ministério da Indústria.





Responsáveis por informação a população indicam algumas formas de previnir as pessoas, manterem-se dentro de casa, com bastante roupa vestida, tapar ao redor das janelas com toalhas molhadas entre outros conselhos para evitar ao máximo a exposição à radiação, são fortes as possibilidade de uma explosão eminente numa das centrais o que poderá agravar ainda mais a situação da população.

1 comentário:

Valdecy Alves disse...

A radioatividade no Japão remete-nos a misteriosa matéria sobre testes nucleares no Céu de Madalena, no Brasil, no final dos anos 50. Leia matéria em: http://valdecyalves.blogspot.com/2011/03/bomba-atomica-que-explodiram-no-ceu-do.html

Addthis

Share |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...