sexta-feira, 11 de março de 2011

O maior terramoto da história do Japão deixa rasto de total destruição




A mãe natureza castigou hoje violentamente o Japão, um sismo de magnitude 8.9 na escala de Richter terá provocado mais de um milhar de mortos na costa nordeste do país, de acordo com os media japoneses. Mas as imagens de destruição fazem temer um aumento do número de vítimas.





A agência Kyodo, citada pela BBC, chegou a avançar 88 mil desaparecidos. Mas noticiou depois números muito mais baixos: 137 mortos e 531 pessoas por localizar. Contudo, outros dados colocam os números oficiais que vão saindo aquém do que deverá ser a realidade da tragédia. Só numa praia em Sendai foram encontrados 200 a 300 mortos.

As imagens das ondas que atingiram a costa desta cidade, que correm por todas as televisões mostram  no nordeste do país, um rasto de destruição, onde um barco com cem pessoas a bordo foi varrido pelas águas. Há também notícia de um comboio desaparecido e outro que descarrilou. Uma verdade catástrofe!!




 Dezenas de cidades e vilas foram abaladas pelos violentos tremores de terra. Só no município de Fukushima 1800 casas foram destruídas, segundo a polícia.

O forte sismo foi seguido de um tsunami que poderá atingir meia centena de países e que já provocou mais mortos que o próprio sismo. Registaram-se pelo menos 19 réplicas do tremor de terra.

O primeiro abalo registou-se às 14h46 locais (5h46 em Lisboa), a 179 quilómetros a leste de Sendai, ilha de Honshu, e a 382 quilómetros a nordeste de Tóquio, informou o USGS.

As pessoas fugiram para os telhados de edifícios quando as ondas começaram a chegar. Empresas, escolas e transportes encerram. As comunicações estão difíceis em Tóquio. Câmaras de vigilância dos locais de trabalho captaram a violência do abalo, nos jornais, televisões, empresas todas as pessoas entraram em pânico.

As Nações Unidas já asseguraram que estão 30 equipas de resgate preparadas para responder a um pedido de ajuda japonês.

Mas o mais grave ainda é o perigo nuclear, o Governo japonês emitiu, entretanto, um alerta por causa da central nuclear na região de Sendai que as autoridades não estão a conseguir «arrefecer».



De acordo com o jornal «The Japan Times», existem 11 centrais nucleares nas áreas atingidas pelo sismo. Os reactores de Miyagi, Fukushima e Ibaraki  foram todos encerrados, Segundo informações do Ministro da Indústria, garantiu não ter existido qualquer fuga radioactiva. Assim esperamos para bem da população!!

Dezenas de incêndios deflagraram por toda a região: casas e fábricas. O mais preocupante é precisamente na refinaria de Ichinaria.

Fonte: TVi 24

2 comentários:

Isha Shiri disse...

Olá Ana, encontrei su postagem no Plik.

Enfim, esse é o mundo imperfeito no qual vivemos. Resta-nos pedir para "Aquele" que está acima e abaixo de tudo que Ele tenha mais piedade.

Excelente post.
ADelle

*♥* Ana *♥* disse...

Que bom que me encontrou Isha, é verdade estas coisas da natureza às vezes são bem crueis, mas como diz Ele é que sabe é soberano resta-nos deixar nas suas mãos...

Obrigada pelo seu comentário participe sempre a sua opinião é muito importante para se o nosso blog seja cada vez melhor, abraço

Addthis

Share |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...