segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Já se calculam mais de 800 mortos no Brasil vitimas das cheias





A calamidade continua no Brasil, as fortes chuvas que caem sobre a Região Serra do Estado do Rio de Janeiro desde dia 12 de Janeiro não param de fazer vitima e estragos. O número de mortes na região já chega a 812, segundo balanço divulgado pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, nesta 2ª feira (24/01).

Há quase duas semanas um forte temporal resultou em enchentes, deslizamentos, enxurradas e desabamentos nas principais cidades da serra fluminense: Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis.

Friburgo registra o maior número de mortos, com 391; Teresópolis, 324, e Petrópolis, 66. Mais de 91 mil pessoas foram atingidas pela chuvas na região, 5.980 estão desabrigadas e 15.479 desalojadas. De acordo com o Ministério Público do Rio, já são 469 desaparecidos.

Agora, com clima mais seco, a população da Região Serrana vem temendo o risco de doenças pela poeira e de locais ainda contaminados pela lama e água.

Dificil antever o final deste drama e da angustia dos moradores.

Mais de 20 cidades do Rio sofreram com as chuvas neste ano, sete decretaram pública: Areal, Bom Jardim, Nova Friburgo, Petrópolis, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Teresópolis. E duas decretaram situação de emergência: Bom Jesus do Itabapoana e Sapucaia. Desde o início do ano, a região sudeste do Brasil vem sofrendo com fortes chuvas que não parecem querer dar tréguas.

Sem comentários:

Addthis

Share |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...