sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Simulação de viagem a Marte termina após mais de um ano de reclusão




Uma missão a "Marte"  foi levada a cabo por um pequeno grupo de homens de várias nacionalidades e de diversas profissões em  Moscou e teve o seu termino  6ª feira  (4) a missão Mars500, uma parceria entre Rússia, China e a agência espacial europeia (ESA, na sigla em inglês) que faz por merecer o apelido de “Big Brother Marte”.

Na verdade, durante mais de um ano, seis homens simularam uma viagem ao planeta vermelho, presos em uma "nave espacial"  na Rússia. Eles "voltaram à Terra" no início da manhã.



Embarcaram em 3 de junho de 2010. Na "nave", e só podiam tomar banho uma vez por semana, tinham diversas tarefas a cumprir e para falar com o mundo exterior tinham que respeitar o tempo que demora para uma mensagem de verdade ir da Terra até Marte, o que pode chegar a até meia hora.

A "nave" é na verdade um conjunto de módulos construídos dentro do prédio do Instituto de Problemas Biomédicos da Rússia, um dos parceiros do projeto.

Mais de 6 mil pessoas de 40 países se candidataram para participar do projeto. No fim, os escolhidos foram o cirurgião russo Sukhrob Kamolov, o engenheiro francês Romain Charles, o médico russo Alexandr Smoleevskyi, o engenheiro ítalo-colombiano Diego Urbina, o instrutor de astronautas chinês Wang Yue e o engenheiro russo Alexey Sitev, comandante da missão.

Fonte: G1 Globo

Sem comentários:

Addthis

Share |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...